Páginas

Divórcio não!

Largo tudo
A chave na ignição
Esqueço o livro no banco de ônibus
Rezo a missa apenas um terço
e saio da catedral
Vou sem bússolas
seguindo estradas pés descalços

Abro portas arrombadas
por ladrões noturnos
Ligo a eletrola
e deixo o disco de Ivan Lins tocar sem parar
Abro o romance e não termino de ler
Deixou o sorvete derreter na casquinha
separo-me da mulher e abandono os filhos...
Sim, deixo tudo para trás
Mas não divorcio da vida.

Nenhum comentário: